Você está aqui: Home » Notícias » Átomos de ouro formam pirâmides espontaneamente

Átomos de ouro formam pirâmides espontaneamente

Compartilhe no:

O ouro é mesmo um metal muito especial, que a gente não cansa de admirar e se surpreender. A última descoberta que chegou ao nosso conhecimento é que os átomos de ouro assumem espontaneamente a forma de uma pirâmide, não é impressionante?  Segundo os cientistas, qualquer outro elemento químico, quando se deixa os átomos flutuando […]

Átomos de ouro formam pirâmides espontaneamente
Átomos de ouro formam pirâmides espontaneamente

O ouro é mesmo um metal muito especial, que a gente não cansa de admirar e se surpreender. A última descoberta que chegou ao nosso conhecimento é que os átomos de ouro assumem espontaneamente a forma de uma pirâmide, não é impressionante? 

Segundo os cientistas, qualquer outro elemento químico, quando se deixa os átomos flutuando livremente, eles se organizam em aglomerados esféricos, parecidos com cebolas, formando cascas em torno de um átomo central. Já o ouro não. Quando vinte átomos do metal ficam livres, naturalmente eles assumem a forma de uma pirâmide.

Esta descoberta inusitada foi feita quando Zhe Li e seus colegas da Universidade de Leuven, na Bélgica, estavam tentando estudar diretamente a molécula Au20. O experimento analisava as propriedades catalíticas e ópticas das nanopartículas de ouro.

Usando plasmas intensos em uma câmara de vácuo especialmente projetada para espalhar átomos de ouro a partir de uma peça macroscópica de ouro, eles tiveram a surpresa ao ver o formato de uma pirâmide. Basta um átomo a mais ou a menos para modificar completamente as propriedades da nanopartícula de ouro.

A formação têm um plano de base triangular, composto por 10 átomos ordenadamente dispostos, com triângulos adicionais de 6 e 3 átomos, com um único átomo servindo como “cereja do bolo” e dando o formato final da pirâmide. 

O experimento também revelou a estrutura eletrônica muito peculiar da pequena pirâmide triangular de ouro. Muito semelhante aos átomos de gases nobres ou moléculas aromáticas, ela possui apenas orbitais de elétrons completamente cheios, o que as torna muito menos reativas que os aglomerados com apenas um átomo a mais ou a menos.

As informações detalhadas sobre esses pequenos aglomerados de ouro são importantes para avaliar seu desempenho catalítico e óptico, o que é altamente relevante para o projeto de catalisadores e dispositivos ópticos baseados em nanopartículas. As aplicações mais recentes de aglomerados atômicos incluem sua utilização em células de combustível e na captura de carbono.

Por acaso – ou não! – a pirâmide é símbolo de ascensão, elevação, bem como o poder da vida sobre a morte. No Egito Antigo, ela representa a Terra e, em termos gerais, a existência e o desenvolvimento espiritual, um caminho que permitia que o rei egípcio chegasse ao deus Sol e alcançasse a vida eterna.

Fonte: Inovação Tecnológica