Você está aqui: Home » ABRAMP » Altamira Gold nomeia brasileiro para conselho de administração

Altamira Gold nomeia brasileiro para conselho de administração

Compartilhe no:

A Altamira Gold anunciou a nomeação do advogado Andrei Santos para integrar seu conselho de administração. Em comunicado divulgado nessa quarta-feira (3), a companhia declarou que Santos é um advogado com mais de 18 anos de experiência em pós-qualificação e atualmente fornece especialização em finanças, operações e operações como diretor executivo da Salinas Gold Mineração. […]

A Altamira Gold anunciou a nomeação do advogado Andrei Santos para integrar seu conselho de administração. Em comunicado divulgado nessa quarta-feira (3), a companhia declarou que Santos é um advogado com mais de 18 anos de experiência em pós-qualificação e atualmente fornece especialização em finanças, operações e operações como diretor executivo da Salinas Gold Mineração.

De acordo com a nota da Altamira, Santos Iniciou sua carreira na advocacia administrativa, antes de ingressar no Veirano Advogados Associados, que “é um dos maiores escritórios de advocacia da América do Sul, onde ganhou conhecimento e exposição internacional”.

Especializou-se no setor de mineração prestando serviços para algumas das maiores empresas do Brasil. Na indústria, o advogado ocupou os cargos de diretor e gerente-geral da Ashburton Minerals e da Cleveland Mining Company.

Ele também atua como diretor da Phoenix Intermediações Financeiras. onde ele é responsável pelas vendas de ouro de mais de 20 minas produtoras no Brasil, e espera-se que exporte mais de 70.000 onças de ouro até o final de 2019.

Presidente e diretor executivo da Altamira, Mike Bennett, afirmou que “estamos extremamente satisfeitos que Andrei tenha concordado em se juntar ao nosso Conselho”. Sua energia, experiência jurídica e profundo conhecimento com operações de mineração de ouro no Brasil proporcionarão à Altamira uma experiência inestimável à medida que continuamos a explorar oportunidades de produção em pequena escala e buscamos parceiros de joint venture para nosso extenso portfólio no emergente cinturão Alta Floresta/Juruena”.

Atualmente, a Altamira possui 11 projetos que compreendem aproximadamente 300.000 hectares, dentro do prolífico cinturão de ouro Juruena, que historicamente produz cerca de 7 a 10 Moz de ouro.

Já a Salinas, é uma produtora de ouro do Brasil com pequenas minas rentáveis. Atualmente, emprega 220 pessoas e produz 3.000 onças de ouro por mês. O comissionamento antecipado de uma nova planta de processamento de 8.000 t/d deve elevar esse total para 6.000 onças de ouro por mês a partir de setembro de 2019.