Você está aqui: Home » ABRAMP » Brasileiros estão entre os maiores interessados em concessões minerais em Angola

Brasileiros estão entre os maiores interessados em concessões minerais em Angola

Compartilhe no:

A primeira apresentação do concurso público para concessão de direitos minerários em Angola, realizada nesta terça-feira (27) em Luanda, recebeu mais de 60 manifestações de interesse, principalmente do Brasil e da África do Sul, segundo o Ministério de Recursos Minerais e Petróleo do país. A apresentação marca o início do primeiro roadshow para a aquisição […]

Brasileiros estão entre os maiores interessados em concessões minerais em Angola
Brasileiros estão entre os maiores interessados em concessões minerais em Angola

A primeira apresentação do concurso público para concessão de direitos minerários em Angola, realizada nesta terça-feira (27) em Luanda, recebeu mais de 60 manifestações de interesse, principalmente do Brasil e da África do Sul, segundo o Ministério de Recursos Minerais e Petróleo do país.

A apresentação marca o início do primeiro roadshow para a aquisição de direitos de prospecção e exploração de diamante, ferro e fosfato no país.

As apresentações técnicas dos leilões para a concessão dos direitos minerários serão realizadas até 20 de setembro nas cidades Dubai (Emirados Árabes Unidos), Pequim (China) e Londres, (Inglaterra). Uma fonte do ministério disse que, além das inscrições para a reunião de Luanda, outras já haviam sido recebidas para as reuniões que serão realizadas nas demais cidades.

O Ministério de Recursos Minerais e Petróleo disse recentemente que cinco concessões de mineração serão feitas por concurso público internacional, duas das quais para diamantes nas províncias de Lunda Norte e Lunda Sul, uma para minério de ferro no Kwanza Norte e duas para fosfatos em Cabinda e Zaire.

O governo angolano pretende realizar uma licitação internacional para analisar e selecionar as melhores ofertas.

O Ministério de Recursos Minerais e Petróleo está tentando fechar o processo ainda em 2019 lançando o concurso internacional entre 30 de setembro e 2 de outubro. Em seguida, será necessário um período de 25 a 120 dias para a análise e seleção de propostas e subsequente concessão de direitos. Com informações do Xinhua.

Fonte: https://www.noticiasdemineracao.com