Você está aqui: Home » ABRAMP » Como é feita a extração de ouro no mundo

Como é feita a extração de ouro no mundo

Compartilhe no:

Como é feita a extração de ouro no mundo Alta demanda A demanda de ouro está em alta como investimento, símbolo de status e componente-chave em muitos produtos eletrônicos. Mas também é um recurso finito e, eventualmente, chegará um estágio em que não haverá mais nada para explorar. Pico da Produção  Especialistas acreditam que já […]

Como é feita a extração de ouro no mundo
Como é feita a extração de ouro no mundo

Como é feita a extração de ouro no mundo

Alta demanda

A demanda de ouro está em alta como investimento, símbolo de status e componente-chave em muitos produtos eletrônicos. Mas também é um recurso finito e, eventualmente, chegará um estágio em que não haverá mais nada para explorar.

Pico da Produção

 Especialistas acreditam que já se chegou ao pico de produção de ouro, que é quando atinge o nível máximo de extração de recurso mineral possível em um ano. Esse pico pode gerar um esgotamento gradual da produção que duraria várias décadas

A produção das minas de ouro totalizou 3.531 toneladas em 2019, 1% a menos que em 2018, de acordo com o Conselho Mundial do Ouro, o conselho mundial do ouro

Ouro no solo

 Há duas maneiras de estimar o volume de ouro que permanece no solo: reservas minerais, que são o ouro economicamente viável de extrair ao preço listado; e recursos minerais, que são o ouro que se tornará economicamente viável após pesquisas adicionais ou a um preço mais alto

Estoque no mundo

 O estoque subterrâneo de reservas de ouro no mundo é estimado em cerca de 50 mil toneladas, de acordo com o Serviço Geológico dos EUA. Para colocar isso em perspectiva, cerca de 190 mil toneladas de ouro já foram mineradas no total, embora como mencionado variem.

Maior fonte de ouro

 A maior fonte de ouro da história foi uma bacia Witwatersrand, na África do Sul, responsável por aproximadamente 30% de todo o ouro já extraído no mundo. Outras fontes importantes de ouro são uma mina extremamente profunda Mponeng, na África do Sul; e as minas Super Pit e Newmont Boddington, na Austrália.

Maior produção

Atualmente, a China é o país com a maior produção de ouro do mundo e reúne 11% do total global, segundo dados de 2019 do World Gold Council e da Metals Focus. São 383,2 toneladas. O Brasil está em 10 lugar com 106,9 toneladas.

Garimpo

 A mineração em grande escala consome muitos recursos, já que emprega muitas máquinas e sistemas caros para extrair vastas áreas na superfície e abaixo dela. Hoje, cerca de 60% das operações mundiais envolve minas a céu aberto, enquanto o restante está no subsolo.

Impactos negativos

 Apesar de ser uma atividade primordial ao desenvolvimento de uma sociedade, a mineração está associada a diversos impactos ambientais negativos. O uso do mercúrio para separar e extrair o ouro de rochas ou da areia, por exemplo, pode provocar danos à natureza e aos seres humanos.

Você sabia?

 Há ouro também na Lua, mas os custos associados à mineração e transporte de volta para a Terra são maiores do que o valor do ouro em si. Por isso nunca seria economicamente significativo extraí-lo de lá.

Publicado em 28 de setembro de 2020. * Com informações da Edição BBC : Mariana Tramontina

Fonte: https://noticias.uol.com.br/amp-stories/como-e-feita-a-extracao-de-ouro-no-mundo-/index.htm