Você está aqui: Home » Notícias » Garimpeiros de Aripuanã se unem para criar Cooperativa

Garimpeiros de Aripuanã se unem para criar Cooperativa

Compartilhe no:

A proposta é dar condições melhores aos trabalhadores e promover uma exploração ambientalmente sustentável Um grupo de garimpeiros do município de Aripuanã, no estado de Mato Grosso, está propondo que os trabalhadores se organizem por meio de uma Cooperativa. A ideia é regularizar a informalidade que hoje ocorre no garimpo por meio da união entre […]

Garimpeiros de Aripuanã se unem para criar Cooperativa
Garimpeiros de Aripuanã se unem para criar Cooperativa

A proposta é dar condições melhores aos trabalhadores e promover uma exploração ambientalmente sustentável

Um grupo de garimpeiros do município de Aripuanã, no estado de Mato Grosso, está propondo que os trabalhadores se organizem por meio de uma Cooperativa. A ideia é regularizar a informalidade que hoje ocorre no garimpo por meio da união entre os garimpeiros com a criação da Cooperativa de Mineradores e Garimpeiros de Mato Grosso (Coopemiga).

Os organizadores dessa ação convidam os trabalhadores interessados em fazer parte da cooperativa para participar da Assembleia Geral de Fundação. O evento está marcado para 06 de dezembro, das 07h às 21 horas, no Ginásio de Esporte Cayo Porto Gomes em Aripuanã.

De acordo com o senhor Antônio Vieira da Silva, que representa os garimpeiros da região, a implantação da cooperativa de garimpeiro, visa melhorar as condições de trabalho dos profissionais da atividade, além de promover uma exploração ambientalmente sustentável e legalizada.

“A implantação de uma cooperativa de garimpeiros no município é como uma estratégia para dar as devidas condições a esses trabalhadores, promovendo desta forma uma exploração ambientalmente sustentável. Tirar o sustento para a família. Isso não precisa ser feito em condições inadequadas”, enfatiza Antônio.

A mineração faz parte da história de desenvolvimento da cidade, localizada no Centro-Oeste e que tem mais de 65 mil km² de extensão territorial, desde a sua fundação.

O município de pouco mais de 23 mil habitantes foi fundado na primeira metade do século passado quando foi descoberto ouro na região, atraindo garimpeiros e comerciantes.  Hoje a cidade é reconhecida pelo seu alto potencial para o desenvolvimento da atividade mineral, com cobre, zinco, chumbo e ouro. 

Fonte: Top News