Você está aqui: Home » Notícias » Mineração

Mineração

Compartilhe no:


Publicado em 23/07/2018.

A mineração é uma das atividades mais importantes, principalmente para a economia, pois é através dela que extraímos alguns tipos de matéria-prima para indústrias e também outros minérios muito utilizados nas atividades dos dias atuais. Você conhecerá agora um pouco mais da história e importância da mineração.

Definição

A parte do nosso planeta que é rochosa é composta por alguns tipos de rochas, que são compostos por minerais. Alguns tipos de rochas e de minerais possuem valor, pois são úteis economicamente e isso faz com que eles sejam valiosos no mercado. Essas rochas e minerais de valor são chamados de minérios. Alguns minérios que são muito conhecidos são: ouro, cobre, ferro, mármore, granito e muitos outros. A mineração é o ato de extrair os minérios a partir de depósitos ou massas minerais da natureza para o uso comercial.

A História

A mineração ocorre desde os tempos da pré-história, eles utilizavam principalmente o sílex e cherte para a fabricação de utensílios e armas de pedra. A mineração de início era feita através de galerias, depois criaram poços e depois iniciaram as primeiras explorações subterrâneas. Após isso começaram a ter interesse também nos minérios metálicos, de início a hematite era extraída, em seguida desenvolveu-se a metalurgia do cobre.

Foi a partir de 2600 a.C. que o bronze passou a ser produzido e alguns séculos depois os povos do mediterrâneo já eram capazes de produzir uma grande quantidade de cobre, chumbo e prata. Neste mesmo tempo os povos pré-hititas já usavam o ferro e os chineses iniciavam a extração de carvão para usar como combustível.

As escavações eram muito lentas, os atenienses utilizavam o método de câmaras e pilares, essas escavações avançavam 1,5m por mês. Foi por volta de 700 a.C. que as primeiras ferramentas de ferro foram utilizadas na extração de sal-gema e um tempo depois os chineses descobriram o petróleo e o gás natural nas explorações de sal, e as primeiras armas de aço são criadas.

Os primeiros carris para a movimentação de minérios foram utilizados no ano de 1553, três anos depois tivemos o primeiro registro abrangente sobre os métodos mineiros e metalúrgicos. No ano de 1627 utilizaram pela primeira vez explosivos em uma mina e em 1768 iniciou-se a utilização de bombas movidas a vapor para retirar água das minas de estanho. Desse período em diante foram surgindo mais meios de aperfeiçoar e facilitar a mineração até os dias atuais.

A importância da mineração para a economia

A mineração é uma das atividades econômicas mais importantes, principalmente para o setor primário da economia, pois ela é uma das principais responsáveis pela produção e distribuição de matérias-primas. Essas matérias-primas são utilizadas na fabricação e produção de mercadorias que na maioria das vezes são industrializadas.

A mineração é indispensável para a manutenção do nível de vida e o avanço da modernidade e tecnologia. Desde os tempos da colonização do Brasil a mineração tem sido um dos setores básicos da economia nacional. Nos dias atuais, a mineração é responsável por 3 a 5% do PIB (Produto Interno Bruto).

O Brasil é um dos principais países quando falamos de mineração, além de possuir uma zona territorial muito grande, o subsolo brasileiro representa um importante depósito mineral. Há ouro em várias partes da região Amazônica, ferro, cobre e alumínio no Pará e em Minas Gerais, petróleo nas regiões do nordeste e sudeste e carvão mineral na região sul. Entre as substâncias mais encontradas temos: o nióbio, minério de ferro, manganês e outros.

Duas das maiores empresas de mineração do mundo encontra-se em nosso país, são elas: a Petrobras e a Vale Rio Doce. Esta última é a segunda maior empresa de mineração do mundo, mais conhecida como Vale, já foi uma empresa que pertencia ao poder público, e em 1997 foi privatizada por R$ 3 bilhões. Já a primeira empresa, a Petrobras, mesmo possuindo ações que podem ser compradas pelas pessoas, continua a pertencer ao Estado.

Publicado por Priscila Melo

*Fonte: Terra Educação

Curta nossa página


Siga-nos no Google +


Visite-nós