Você está aqui: Home » Notícias » Pará recebe doação de R$ 8 milhões de mineradoras para o combate ao coronavírus

Pará recebe doação de R$ 8 milhões de mineradoras para o combate ao coronavírus

Compartilhe no:

O setor de mineração não está indiferente às necessidades dos mais carentes frente à pandemia do coronavírus. Duas empresas do ramo que atuam no Estado do Pará fizeram doações para ajudar a pagar os custos dos Hospitais de Campanha. O valor total soma R$ 8 milhões para os cofres públicos, que serão utilizados no pagamento […]

Pará recebe doação de R$ 8 milhões de mineradoras para o combate ao coronavírus
Pará recebe doação de R$ 8 milhões de mineradoras para o combate ao coronavírus

O setor de mineração não está indiferente às necessidades dos mais carentes frente à pandemia do coronavírus. Duas empresas do ramo que atuam no Estado do Pará fizeram doações para ajudar a pagar os custos dos Hospitais de Campanha. O valor total soma R$ 8 milhões para os cofres públicos, que serão utilizados no pagamento de despesas com profissionais de saúde, medicamentos, exames laboratoriais e toda a estrutura para manter as unidades em funcionamento. 

A empresa norueguesa Hydro doou R$ 5 milhões, que serão usados para custear o Hospital de Campanha de Belém. Há a expectativa de que mais R$ 5 milhões sejam doados nos próximos meses. Já a mineradora brasileira Buritirama contribuiu com R$ 3 milhões, depositados de forma parcelada, R$ 1 milhão por mês, nas contas do Governo do Pará em abril, maio e junho. Os valores serão destinados ao Hospital de Campanha de Marabá. 

De acordo com o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Adler Silveira, as doações são importantes para manter os hospitais em funcionamento e garantir que o Estado possa atender outras demandas durante a pandemia. Até mesmo a cantora Fafá de Belém tem se mobilizado pedindo colaborações para o Estado, um dos que mais tem sofrido com a pandemia. 

“Os recursos oriundos dessas doações serão utilizados para dar suporte aos custos de funcionamento dos hospitais de campanha de Belém e Marabá, como o pagamento de funcionários de saúde e limpeza, medicamentos e exames laboratoriais. Dessa forma, o Estado poderá remanejar mais recursos para outras ações de saúde para o combate ao coronavírus” – Adler Silveira, titular da Sedeme.

Hospitais de Campanha – Atualmente, quatro Hospitais de Campanha estão em funcionamento no Pará: em Belém, Breves, Marabá e Santarém. Mais um está sendo montado em Belém, no Centro de Convenções da Assembleia de Deus. 

Há perspectiva de que hospitais de campanha também sejam instalados em Altamira, para o reforçar o atendimento na região Xingu; e Redenção, para ampliar os leitos aos pacientes em tratamento contra a Covid-19 no sul do Pará.