Você está aqui: Home » ABRAMP » Presidente da ABPM aparece em lista de executivos globais da mineração

Presidente da ABPM aparece em lista de executivos globais da mineração

Compartilhe no:

A última edição do “Quem é Quem”, publicada este mês pela Global Mining Observer, traz três brasileiros entre os principais CEOs do mundo da mineração: Eduardo Bartolomeo, diretor-presidente da Vale; Ruben Fernandes, diretor global de Metais Básicos da Anglo American; e Luís Maurício Ferraiuoli de Azevedo, presidente da Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa Mineral […]

A última edição do “Quem é Quem”, publicada este mês pela Global Mining Observer, traz três brasileiros entre os principais CEOs do mundo da mineração: Eduardo Bartolomeo, diretor-presidente da Vale; Ruben Fernandes, diretor global de Metais Básicos da Anglo American; e Luís Maurício Ferraiuoli de Azevedo, presidente da Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa Mineral (ABPM) e diretor de meia dúzia de mineradoras canadenses, britânicas e brasileiras.

Organizada em ordem alfabética por sobrenome, a lista tem na letra A, junto com Azevedo, o bilionário Anil Agarwal, dono da Vedanta Resources, e Tom Albanese, ex-CEO da Rio Tinto e da Vedanta.

Azevedo, formado em geologia e direito, tem um longo currículo no setor. O site da ABPM diz que ele tem de 25 anos de experiência no setor e é o principal sócio da FFA Legal & Support Mine Companies, e participa como conselheiro da associação desde sua fundação.

Além disso, ele consta como diretor da Harvest Minerals e da Jangada Mines, ambas com sede em Londres; diretor da Five Star Diamond e da Talon Resources, ambas do Canadá. Mas já foi também diretor da australiana Avanco Resources e da Rio Verde Minerals. Em breve, deve ser nomeado para o conselho da canadense Valore Metals, que comprou o projeto de Platina da Jangada no Ceará.

O executivo é graduado em Geologia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) em 1986, em Direito pela Faculdade Integradas Cândido Mendes em 1992, além de pós-graduações no Brasil e no Canadá. Ele também é articulista do Notícias de Mineração Brasil (NMB).

O website da Global diz que 30 milhões de pessoas trabalham na indústria global de mineração, de acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), mas apenas cerca de 500 delas representam a maior parte de todos os ativos e negócios, gerando US$ 600 bilhões em receitas e valor de mercado de US$ 1 trilhão. São essas pessoas que constam da lista, que aceita contribuições para novos nomes.

https://globalminingobserver.com/whos-who-index

Fonte: www.noticiasdemineracao.com